Assembleia Geral Ordinária - 2014

logo

Na manhã do dia vinte e nove de março, próximo passado, reuniu-se na sede da Instituição a Assembleia-geral Ordinária da CERCIFAF.

A Ordem de Trabalhos constante da Convocatória foi a seguinte:

  1. Leitura, apreciação e votação da Ata da Assembleia-geral anterior;
  2. Leitura, discussão e votação dos Relatórios de Atividades e Contas e Parecer do Conselho Fiscal, relativo ao ano de 2013;
  3. Ratificação do aumento de capital por admissão de novos Membros, entre um de janeiro e trinta e um de dezembro de dois mil e treze, e respetiva alteração do artigo 6º do Capítulo III “Do Capital”;
  4. Apreciação e votação do Regulamento Interno;
  5. Período de meia hora para serem tratados assuntos de interesse para a Instituição.

Presidiu aos trabalhos José Manuel Dantas, secretariado por Armando Teixeira, titulares da Mesa da Assembleia-geral e Orlanda Timóteo, cooptada para o efeito.

Aprovada a ata da assembleia anterior, o director Belarmino Costa, fez uma leitura resumida das principais atividades insertas no Relatório de Atividades, bem como enumerou razões que impediram a realização de algumas e a introdução de outras. No final constatou-se a elevada percentagem de atividades previstas e realizadas no Plano de Atividades para o ano em apreço.
Por sua vez, Graça Nogueira e luís Roque, apresentaram o Relatório de Contas tendo esclarecido os principais motivos que influenciaram positivamente as contas ao longo do ano.

Em resumo valores constantes no Relatório são os seguintes:

  • Rendimentos: 2.082.884,01€ (dois milhões, oitenta e dois mil, oitocentos e oitenta e quatro euros e um cêntimo;
  • Gastos: 1.966.379,32€ (um milhão novecentos e sessenta e seis mil trezentos e setenta e nove euros e trinta e dois cêntimos);
  • Resultado Líquido do Exercício: 116.504,69€ (cento e dezasseis mil quinhentos e quatro euros e sessenta e nove cêntimo).

A direcção apresentou proposta para a aplicação dos resultados e após a leitura do Parecer do Conselho Fiscal, a Mesa instou os cooperadores a prenunciarem-se sobre os documentos em questão.
Não se registando inscrições a Mesa promoveu a votação dos Relatórios de Atividades e Contas, bem como a proposta de aplicação de resultados, os quais foram aprovados por unanimidade.
O mesmo aconteceu nos dois pontos que se seguiram, o primeiro por se tratar de um ato meramente administrativo o segundo porque em sede de receção e discussão de propostas do Regulamento Interno já tudo tinha sido dito e redito.

No último ponto da ordem de trabalhos, o Presidente da Direção da CERCIFAF, José Lino Silva, afirmou que valeu a pena os sacrifícios relacionados com as medidas anteriormente implementadas pela Direção, indispensáveis para a sustentabilidade da nossa Instituição. Terminou endereçando cumprimentos a todos os presentes esperando um ano profícuo para a nossa Instituição que continua a poder contar com a colaboração da esmagadora maioria dos trabalhadores da CERCIFAF.
Encerrou a sessão o Presidente da Mesa da Assembleia-geral que agradeceu a presença e a todos desejou umas boas festas de Páscoa.

Arquivo ORG

| Página optimizada para uma resolução de 1360x768 ou superior. | Google Chrome v.22 ou superior. | Webmaster roger@cercifaf.pt |